Dicas de segurança

A minha empresa foi atacada! E agora?

A minha empresa foi atacada! E agora?

As ameaças no mundo informático são cada vez mais sofisticadas e acontecem com uma maior frequência do que no passado. Cabe a cada responsável pela informação das empresas adotar as medidas de segurança necessárias para garantir que a informação está segura e livre de ataques. Contudo, por muito cuidado que exista, há sempre um risco de ataque e é preciso que as empresas estejam preparadas para agir assim que um ataque informático aconteça, pois só deste modo conseguirão minimizar o impacto que um ataque pode ter para uma organização. No artigo de hoje, deixamos-lhe algumas dicas a seguir em caso de ataque informático na sua empresa!

Faça backups com frequência

Esta parece uma dica básica, mas a verdade é que no dia-a-dia empresarial agitado, muitos gestores e responsáveis de informática acabam por se esquecer disto. É fundamental que as empresas tenham o hábito de guardar cópias da informação mais importante num sistema à parte, de preferência na Cloud. Desta forma, garantem que mesmo em caso de ataque informático não perdem a informação mais valiosa. No momento em que for alvo de um ataque, vai sentir-se mais tranquilo visto que tem os seus dados importantes seguros.

Implemente medidas de prevenção

É importante ter uma ação proativa no que diz respeito a desastres informáticos. Implemente medidas de prevenção, para evitar que aconteçam problemas que coloquem em risco a segurança da sua empresa. Utilizar antivírus e fazer backup com frequência na Cloud são dois exemplos de medidas preventivas que farão toda a diferença em caso de ataque informático.

Mascaramento de dados

Mascarar os dados tem o principal objetivo de proteger os dados confidenciais contra acessos não autorizados. Na prática, as ferramentas de mascaramento de dados criam uma versão semelhante aos dados originais em termos de estrutura mas sem revelar a sua verdadeira informação. Na realidade, o seu formato original mantêm-se inalterado mas os dados apresentados são fictícios. Os dados mascarados podem ser utilizados em ambientes de teste e em auditorias, não comprometendo o resultado da análise, mas garantindo sempre a confidencialidade da informação sensível. Numa época em que é cada vez mais importante proteger a informação confidencial, a utilização do mascaramento de dados tem aumentado significativamente. A razão principal e aquela que deve ser o foco da sua atuação enquanto gestor é a segurança reforçada dos dados. Com o mascaramento de dados poderá utilizar dados sensíveis em ambientes de teste e garantir que a informação confidencial se mantém inabalável. Esta informação mascarada poderá ser utilizada para efeitos de marketing e auditorias, bem como para análises de comportamento do consumidor e de tendências do mercado. Mesmo que os dados sejam expostos, quem os ler não vai estar a ler a versão verdadeira da informação. Assim, soluções de mascaramento de dados como o Datapeers serão cada vez mais necessárias nas empresas, uma vez que permitem “esconder” a informação verdadeira.

Tenha um plano de recuperação de desastres

Mesmo que utilize todas as ferramentas adequadas, existem situações em que os ataques informáticos conseguem fazer estragos. Neste caso, é importante ter uma ferramenta que lhe permita recuperar o estado do servidor no exato momento antes do ataque acontecer. E para isso necessita de uma ferramenta de time machine. O RAAS é um serviço de disaster recovery totalmente gerido por equipa especializada e dá-he a possibilidade de recuperar um servidor virtual em segundos. A perda de dados numa empresa pode ser fatal, levando mesmo à sua falência. Além disso, uma empresa que veja os seus dados expostos terá a necessidade de recuperar a sua boa imagem e de recuperar a confiança junto dos clientes e demais stakeholders. Segundo a Gartner apenas 35% das pequenas e médias empresas apostam num plano de disaster recovery e são estas que mais facilmente conseguem atingir o sucesso. Assim, uma solução deste tipo é essencial para minimizar (e em alguns casos eliminar) os danos causados pela exposição de dados confidenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *