Dicas de segurança

O que o setor da segurança da informação pode esperar em 2019?

O que o setor da segurança da informação pode esperar em 2019?

O ano de 2018 está a poucos dias do seu final e um novo ano traz sempre novas tendências de tecnologia. O setor da segurança da informação é um dos mais dinâmicos, devido à necessidade cada vez mais crescente das empresas protegerem os seus dados. Os gestores, hoje em dia, já consideram que a sua informação é um dos ativos mais importantes das organizações. No artigo de hoje, abordamos as principais questões sobre o que o setor da segurança pode esperar em 2019!

Machine Learning

Este conceito é uma revolução para a área da segurança da informação nas empresas. O machine learning é uma vertente específica da Inteligência Artificial e tem como objetivo treinar máquinas para que estas aprendam com os dados. Este novo conceito permite ainda identificar os algoritmos usados por vírus e outras ameaças no roubo de dados. O objetivo do uso desta tecnologia é prever ataques cibernéticos, utilizando apenas algumas linhas de código, o que facilitará o trabalho dos gestores de TI.

Proteção dos dados em camadas

Esta tendência já se encontra a ser praticada por algumas empresas, mas infelizmente ainda existem muitas organizações que desconhecem esta forma de proteção. Os hackers estão sempre um passo à frente na área da tecnologia, encontrando constantemente novas formas de invadir os sistemas informáticos. A proteção em camadas é uma forma muito eficaz de garantir que os dados ficam seguros e consiste numa série de práticas, como firewall, antispam, antivírus, entre outras ferramentas, de modo a bloquear todos os acessos vindos de fontes duvidosas.

Internet of Things

A Internet das Coisas descreve um cenário em que variados objetos utilizados no quotidiano estão ligados à Internet. Atualmente, cada vez mais objetos se encontram ligados à Internet. No início desta era digital, apenas era possível conectar smartphones e tablets. No entanto, nos últimos anos temos assistido a uma revolução nesta área e atualmente já é possível conectar consolas de jogos, televisões e câmaras de vigilância à rede. As aplicações da Internet das Coisas tem uma visão que vai ainda mais além disto. Este novo conceito propõe que conectemos diversos objetos à rede, não com o intuito de criar um novo meio de consultar informação na Internet mas sim com a finalidade de tornar os objetos mais eficientes. De acordo com o Gartner, em 2020 existirão 20,8 milhões de dispositivos interconectados, sem contar com os computadores e dispositivos móveis. Estima-se que em 2020 existirão 7,3 milhões de pessoas no planeta, o que significa que em média cada habitante da Terra terá cerca de três objetos conectados à rede. A nível da indústria, existem variadíssimas aplicações da Internet das Coisas, das quais destacamos as 5 mais importantes. Prevê-se que em 2019 esta tecnologia continue a crescer nas empresas, o que vai exigir cuidados redobrados com a segurança.

Segurança à medida de cada empresa

O mercado da tecnologia está a evoluir para um novo paradigma de soluções à medida que resolvam as “dores” específicas de cada cliente. Com a exigência cada vez maior das empresas no que diz respeito à segurança da informação, os fornecedores de soluções de TI começam a oferecer abordagens mais personalizadas, tendo em conta o tamanho e complexidade da infraestrutura de TI de cada empresa. Uma abordagem mais personalizada vai permitir que as empresas adotem soluções exclusivamente adaptadas às suas necessidades.

One thought on “O que o setor da segurança da informação pode esperar em 2019?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *