Dicas de segurança

Conheça as diferenças entre backup e disaster recovery

Conheça as diferenças entre backup e disaster recovery

Fazer backup dos dados e informações de uma empresa é obrigatório para que não existam surpresas desagradáveis! Contudo, o backup de dados não é suficiente. Quando existem problemas ao nível da infra-estrutura de uma empresa, é essencial que exista uma operação de disaster recovery, para que se restaurem todas as informações e para que não existam paragens demasiado demoradas da atividade empresarial. O disaster recovery engloba muito mais do que a simples salvaguarda dos dados. No artigo de hoje, abordamos as principais diferenças entre backup dos dados e disaster recovery!

O que é um backup de dados?

Um backup é o processo que copia os dados para um local seguro, onde podem ser recuperados em caso de perda de informações, devido a erros de infraestrutura ou desastres naturais. Existem diversos tipos de backup.

  • Backup completo: Este tipo de backup, como o próprio nome indica, realiza a cópia integral de todos os arquivos existentes num determinado ambiente ou servidor. Nesta situação, existe uma reprodução fidedigna e completa de todas as informações existentes. Este tipo de backup é o que existe mais espaço de armazenagem e é também o que demora mais tempo a ficar completo. Contudo, garante que todos os dados existentes estão salvaguardados e é a base para a existência de um plano de disaster recovery, ou seja, é o primeiro passo para que consiga recuperar todo o ambiente ou servidor em caso de perda total dos dados.

  • Backup incremental: Este tipo de backup faz uma cópia dos dados que sofreram alterações desde o último backup incremental, o que faz com que seja copiada uma quantidade menor de dados. Isto faz com que o processo termine mais rapidamente e que seja necessário um menor espaço de armazenamento. Como não é feita uma cópia completa dos dados, este é o tipo de backup mais rápido. É de salientar que este tipo de backup deve ser feito com bastante frequência, para não haver risco de perda de dados.

  • Backup diferencia: É um tipo de backup muito semelhante ao backup incremental. A principal diferença é que nesta situação são armazenados os dados que foram alterados desde o último backup completo, o que faz com que sejam armazenados mais dados do que no backup anterior.

  • Backup incremental contínuo: Esta é a modalidade de backup mais recente e tem sido muito utilizada pelas empresas. É semelhante ao backup incremental, mas garante uma maior disponibilidade dos dados. Este tipo de backup permite a automatização do processo de recuperação de dados, libertando o utilizador da tarefa de verificar quais as bases de dados que precisam de ser recuperadas. Esta modalidade funciona como um backup completo, com bastante agilidade e transparência, sendo muito rápida a recuperação dos dados. Tem ainda a vantagem de consumir pouco espaço de armazenamento.

Atualmente, a solução mais indicada é o backup na Cloud, uma vez que garante maiores níveis de segurança e os dados podem ser consultados e recuperados em qualquer lugar, a partir de qualquer dispositivo com ligação à Internet.

O que é uma solução de disaster recovery?

Uma solução de disaster recovery é um processo muito completo que garante a proteção dos dados e a sua recuperação em caso de falhas. O backup faz parte do disaster recovery, mas é apenas uma das suas componentes. O disaster recovery é uma solução muito completa visto que além de copiar os dados também garante o seu restauro de forma eficiente em caso de desastres naturais ou falhas de infraestrutura. Este tipo de soluções tem como grande objetivo eliminar (ou pelo menos minimizar em larga escala) o tempo de inatividade de uma empresa devido a falhas.

A perda de dados numa empresa pode ser fatal, levando mesmo à sua falência. Além disso, uma empresa que veja os seus dados expostos terá a necessidade de recuperar a sua boa imagem e de recuperar a confiança junto dos clientes e demais stakeholders. Segundo a Gartner apenas 35% das pequenas e médias empresas apostam num plano de disaster recovery e são estas que mais facilmente conseguem atingir o sucesso. Assim, uma solução deste tipo é essencial para minimizar (e em alguns casos eliminar) os danos causados pela exposição de dados confidenciais.

 

RAAS é um serviço de disaster recovery totalmente gerido por equipa especializada e dá-he a possibilidade de recuperar um servidor virtual em segundos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *