Dicas de segurança

Business Continuity: a importância da segurança dos sistemas para o sucesso dos negócios – parte 2

Business Continuity: a importância da segurança dos sistemas para o sucesso dos negócios – parte 2

Parte 1 do artigo aqui

De que forma é que as soluções Cloud são hoje importantes na recuperação de desastres?

Cloud Computing é um modelo que possibilita o acesso total, através da rede, a um conjunto de recursos de computação partilhados (redes, datacenters, armazenamento, serviços, aplicações, entre outros), que podem ser rapidamente disponibilizados, com esforço mínimo e sem interação com o fornecedor, com uma excelente racionalização de custos operacionais. As soluções na Cloud têm evoluído muito nos últimos anos e têm uma importância significativa na recuperação de desastres, na medida em que tornam a sua operacionalização mais simples e, sobretudo, muito mais acessível do ponto de vista financeiro. Por exemplo, para garantir que as suas atividades comerciais mais importantes, como folhas de pagamento e trocas de moeda, apresentem interrupção mínima após um incidente, pode definir um serviço na Cloud para recuperar e reiniciar rapidamente esses aplicativos críticos. Idealmente, as soluções baseadas na Cloud podem fornecer uma segunda linha de defesa para fazer backup das operações de TI existentes. Muitas organizações consideram hoje uma abordagem híbrida, combinando os recursos em datacenters próprios com os recursos de backup na Cloud. Na IT PEERS, o nosso serviço de disaster recovery permite recuperar um servidor virtual em segundos com segurança e encontra-se ativo 24x7x365, de modo a garantir um acompanhamento efetivo das necessidades mais exigentes dos nossos clientes.

O Disaster Recovery é só para grandes empresas?

Este é um dos grandes mitos que se foram criando ao longo do tempo e que levou a que algumas empresas erradamente adiassem sucessivamente os seus projetos de continuidade de negócio. Hoje existem soluções inteligentes que permitem tirar partido de tecnologia e de recursos cloud de forma a minimizar o acréscimo de custo que uma solução de DR representa. Existem soluções à medida de todos os “bolsos” de tal forma que a questão financeira já deixou de ser um entrave para que as empresas continuem a arriscar.

Quando é que uma empresa precisa de um plano de disaster recovery?

A resposta é “sempre”! Ninguém compra um carro sem comprar também um seguro automóvel para garantir a recuperação em caso de acidente. Então, qual é a lógica de ter um negócio sem ter essa garantia também? O disaster recovery é uma parte essencial de uma estratégia de TI e, sem esta componente, o negócio corre o risco de perder todos os seus dados e sistemas.

Podemos, contudo, destacar alguns requisitos para provar que a sua empresa realmente necessita de um plano de disaster recovery.

A sua empresa precisa de um plano de disaster recovery se trabalha com dados pessoais

Se trabalha com dados pessoais de clientes é fundamental que tenha um plano de disaster recovery na sua empresa, uma vez que, em caso de perda total dos dados, será praticamente impossível voltar à atividade normal da empresa. Além disso, uma empresa que veja dados pessoais expostos ou perdidos, enfrentará graves danos reputacionais e de imagem perante os seus clientes, para além dos problemas legais daí resultantes.

A sua empresa precisa de um plano de disaster recovery se quer oferecer o melhor serviço aos Clientes

O consumidor atual é cada vez mais informado e exigente, pelo que não vai tolerar um serviço que não esteja disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana. Uma indisponibilidade ainda que temporária pode significar grandes perdas de negócio e de clientes importantes que não voltam.

A sua empresa precisa de um plano de disaster recovery se quer manter níveis máximos de performance

Se houver um problema informático e se perderem dados importantes, a única alternativa é refazer o trabalho que já tinha sido feito anteriormente. Isto leva a uma grande quebra de produtividade. Ter um backup atualizado dos dados incluído numa solução de disaster recovery vai permitir que o rendimento da empresa não seja afetado, pois, mesmo em caso de desastre informático, os colaboradores terão acesso à informação e sistemas de que precisam para trabalhar.

A sua empresa precisa de um plano de disaster recovery se quer garantir a recuperação em caso de ciberataque

Hoje em dia a questão que se coloca não é se a sua empresa vai ser atacada, mas quando. Para esse efeito, tem que estar preparada para a eventualidade provável de um ataque bem sucedido, criando uma solução em que lhe seja possível voltar atrás até ao instante anterior ao da intrusão, repondo de forma eficaz uma imagem confiável de dados, sistemas e aplicações.

Vivemos num mundo conectado, em que a revolução digital tem transformado a forma como lidamos com os recursos de TI das empresas. Hoje em dia, as ferramentas tecnológicas são muito mais valorizadas do que antes e existe a necessidade de preservar os recursos física e digitalmente. Para um nível crescente de ameaça e de risco, impõe-se investir na prevenção e na preparação atempada para recuperar de uma situação de desastre, garantindo a continuidade do negócio em qualquer cenário. Com o leque de soluções atuais, não existe desculpa para não ter uma solução de recuperação, por básica que seja, para o dia em que o que julgava improvável lhe aconteça.

One thought on “Business Continuity: a importância da segurança dos sistemas para o sucesso dos negócios – parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *