Dicas de segurança

Os 5 casos de perdas de dados mais famosos da História

Os 5 casos de perdas de dados mais famosos da História

Ninguém está livre de sofrer um ataque informático e ver a sua informação exposta. Independentemente do tamanho da organização, qualquer um de nós está sujeito a ver os seus dados expostos e roubados por terceiros. Existem casos de perdas de dados que são realmente graves e que podem comprometer a continuidade de um negócio ou de uma instituição. No artigo de hoje, abordamos os 5 casos de perdas de dados mais famosos da História!

Desastre nos Estados Unidos: arquivos e registos nacionais

Em 2009, o departamento de administração dos arquivos nacionais dos EUA sofreu uma perda enorme de dados devido a roubo. Um disco rígido que continha todas as informações pessoais dos indivíduos que visitaram a Casa Branca no período de governo de Bill Clinton foi roubado. A organização necessitou de enviar mais de 15 mil e-mails para as pessoas que poderiam ter sido afetadas pelo roubo. Além disso, a organização teve um grande prejuízo financeiro pois ofereceu ao grupo afetado um ano gratuito de serviços de monitorização e o equipamento roubado nunca foi recuperado. Esta é a prova de que os riscos de armazenar dados em dispositivos físicos são imensos e em praticamente todos os casos é quase impossível recuperar os dados perdidos.

Mancha na história da Microsoft

Nem os grandes gigantes da tecnologia estão a salvo dos problemas da segurança da informação. Em 2009, mais de 800 mil utilizadores do dispositivo Sidekick da Microsoft foram vítimas de uma séria perda de dados. Uma falha no servidor causou a perda de dados pessoais como contactos, fotos, eventos de calendário, entre outros. Felizmente neste caso, a maior parte dos dados foi recuperada, mas a perda de reputação para a empresa foi enorme!

Gawker: e-mails e passwords expostos

No final de 2001, a Gawker Media, um grupo responsável por muitos sites de sucesso na internet, foi alvo de um grupo hacker conhecido como Gnosis. Os crackers libertaram um arquivo de 500 MB com login, senhas e emails de mais de 1,3 milhões de pessoas que se tinham registado nas páginas da empresa. A justificação deste grupo foi muito direta: “Fomos atrás da Gawker por causa da sua arrogância absoluta”!

Roubo de dados na Uber

Uber já faz parte da vida de todos nós e nem sempre nos lembramos de que esta empresa sabe muito a nosso respeito: onde moramos, quais os nossos contactos e dados bancários. A Uber revelou que em 2016 foram roubados dados de 57 milhões de utilizadores. Esta informação foi dada a conhecer quase um ano após acontecer e a Uber foi severamente criticada por esconder esta informação aos seus utilizadores. Consta-se que a empresa teve que pagar 100 mil dólares aos hackers que roubaram a informação para que a destruíssem.

Evernote: dados privados ao alcance de todos

Endereços de e-mail e senhas criptografaras de utilizadores do Evernote foram expostas em fevereiro de 2013. Felizmente, nenhum dado financeiro foi comprometido, mas ainda assim, a Evernote exigiu novas senhas a mais de 50 milhões de utilizadores por precaução.

 

Cerca de 30% das pessoas que utilizam um computador nunca fizeram um backup. Muitas dessas pessoas não fazem cópias de segurança da sua informação pessoal, mas também não garantem cópias da informação de negócios. Uma boa infraestrutura tecnológica é hoje em dia tão importante como ter alicerces sólidos que suportam fisicamente a organização. Nos dias que correm, os dados são um dos ativos mais importantes de uma empresa e é obrigatório apostar fortemente na segurança dos dados para sobreviver e vencer num mundo empresarial tão competitivo. A pensar na necessidade de proteger os dados das empresas da forma mais eficaz possível, a IT PEERS preparou um e-book onde vai encontrar tudo aquilo que precisa de saber para proteger a sua informação!

Faça download do nosso e-book sobre segurança da informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *