Dicas de segurança

Como minimizar o impacto de um desastre informático

Como minimizar o impacto de um desastre informático

No que diz respeito a desastres informáticos e à consequente perda de dados, a melhor solução é sempre a prevenção. Mais do que nunca, a informação empresarial é muito valiosa, uma vez que é através dos dados que as empresas conseguem analisar o seu público, definir campanhas de marketing, tomar decisões e orientar toda a estratégia do negócio. Contudo, existem cada vez mais ameaças à segurança da informação, através de ataques informáticos mais sofisticados. E existe ainda a ameaça de desastres informáticos, pelo que é fundamental definir estratégias que permitam minimizar o impacto em caso de perda de dados nas empresas. No artigo de hoje deixamos-lhe algumas estratégias para minimizar o impacto de um desastre informático!

Backup em diversos ambientes

Atualmente, é essencial que a informação mais importante de uma empresa tenha diversas cópias em diferentes ambientes e formatos, para que não haja o risco de se perder para sempre. Se antigamente guardar os dados em discos externos ou em pen’s era suficiente para garantir que estes estavam seguros, hoje em dia aconselha-se o uso da Cloud, visto que é uma das soluções mais fiáveis e seguras do mercado. Além de ter os seus dados guardados num local seguro, pode aceder a toda a informação a partir de qualquer local e de qualquer dispositivo, desde que tenha acesso à Internet. Uma falha no sistema ou um ataque externo ameaça seriamente a produtividade de uma empresa. Em caso de falhas, relatórios e dados importantes podem perder-se para sempre e mesmo com uma política de realização de backups frequentes, pode nunca se conseguir recuperar informação imprescindível para a empresa. Ao usar um o armazenamento na Cloud, os dados ficam totalmente seguros mesmo em caso mais extremos de desastre informático.

Condicionar o acesso à informação

Na maior parte das vezes, as empresas não condicionam o acesso a determinados documentos por parte de alguns colaboradores e isso pode comprometer a segurança da informação, pois todos têm acesso a tudo. É importante que cada colaborador tenha acesso apenas aos dados de que realmente precisa, caso contrário, havendo um ataque informático, é difícil descobrir de onde este surgiu. Se todos os colaboradores tiverem acesso à mesma informação, é muito mais complicado perceber de onde partiu o problema. Também é essencial que as empresas bloqueiem o acesso a informações confidenciais através de redes públicas não seguras. Deste modo, minimiza-se em grande escala a probabilidade de sofrer ataques externos.

Utilizar um serviço de disaster recovery

É muito importante ter um serviço de recuperação na Cloud, para que mesmo em caso de desastres informáticos não haja perda total de dados. O RAAS, por exemplo, é uma infraestrutura dedicada com replicação seletiva. Este serviço possibilita a ativação de desastre quase instantânea em servidores virtuais em ambiente remoto. Deste modo, mesmo em caso de desastres mais extremos, a informação é facilmente recuperada, não interferindo com a habitual performance da empresa.  O RAAS é um serviço totalmente gerido por equipa especializada que lhe dá a possibilidade de recuperar um servidor virtual em segundo.

Mascaramento de dados

Mascarar os dados tem o principal objetivo de proteger os dados confidenciais contra acessos não autorizados. Na prática, as ferramentas de mascaramento de dados criam uma versão semelhante aos dados originais em termos de estrutura mas sem revelar a sua verdadeira informação. Na realidade, o seu formato original mantêm-se inalterado mas os dados apresentados são fictícios. Os dados mascarados podem ser utilizados em ambientes de teste e em auditorias, não comprometendo o resultado da análise, mas garantindo sempre a confidencialidade da informação sensível. Numa época em que é cada vez mais importante proteger a informação confidencial, a utilização do mascaramento de dados tem aumentado significativamente. A razão principal e aquela que deve ser o foco da sua atuação enquanto gestor é a segurança reforçada dos dados. Com o mascaramento de dados poderá utilizar dados sensíveis em ambientes de teste e garantir que a informação confidencial se mantém inabalável. Esta informação mascarada poderá ser utilizada para efeitos de marketing e auditorias, bem como para análises de comportamento do consumidor e de tendências do mercado. Mesmo que os dados sejam expostos, quem os ler não vai estar a ler a versão verdadeira da informação. Assim, soluções de mascaramento de dados como o Datapeers serão cada vez mais necessárias nas empresas, uma vez que permitem “esconder” a informação verdadeira.

 

Cerca de 30% das pessoas que utilizam um computador nunca fizeram um backup. Muitas dessas pessoas não fazem cópias de segurança da sua informação pessoal, mas também não garantem cópias da informação de negócios. Uma boa infraestrutura tecnológica é hoje em dia tão importante como ter alicerces sólidos que suportam fisicamente a organização. Nos dias que correm, os dados são um dos ativos mais importantes de uma empresa e é obrigatório apostar fortemente na segurança dos dados para sobreviver e vencer num mundo empresarial tão competitivo. A pensar na necessidade de proteger os dados das empresas da forma mais eficaz possível, a IT PEERS preparou um e-book onde vai encontrar tudo aquilo que precisa de saber para proteger a sua informação!

Faça download do nosso e-book sobre segurança da informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *