Dicas de segurança

7 filmes obrigatórios para fãs da tecnologia

7 filmes obrigatórios para fãs da tecnologia

A tecnologia é um dos temas favoritos de Hollywood. Seja em filmes de ação, de ficção científica ou de outro género qualquer, temas como redes sociais, ataques de hackers e inteligência artificial são retratados vezes e vezes sem fim. Todos os momentos são bons para saber um pouco mais de tecnologia e se é um fã desta temática, este artigo é para si. Selecionamos 7 filmes obrigatórios para fãs de tecnologia!

Matrix

A trilogia Matrix conta-nos a história de Neo (Keanu Reeves), um homem contratado por um grupo de rebeldes que está contra o domínio das máquinas. Ao sair da “matrix”, Neo descobre que vivia numa realidade assustadora, sem nunca ter dado por isso. Esta trilogia é quase obrigatória para os fãs de tecnologia pois além de serem filmes muito bem feitos e com cenas de ação inesquecíveis, levanta questões muito interessantes e filosóficas sobre o conceito de realidade aumentada.

2001 – Odisseia no Espaço

Este clássico data de 1968 e é da autoria de Stanley Kubrick. O grande objetivo desta obra cinematográfica foi prever como seria a tecnologia no ano 2001 e para isso contou com a ajuda de mais de 50 empresas e organizações. Passado o ano 2001, podemos dizer que algumas das tecnologias previstas no filme vieram de facto a concretizar-se, enquanto outras não passaram para o mundo real. As principais previsões tecnológicas mostradas no filme são as viagens interplanetárias, a colonização da Lua e a inteligência artificial. No filme é-nos revelado um sistema de inteligência artificial denominado HAL e é impossível não o compararmos com a Siri e com o Google Now. Vale a pena ver e perceber como era a mente das pessoas que faziam previsões em 1968!

Relatório Minoritário

O filme de 2002 protagonizado por Tom Cruise usa uma interface de movimentos, numa realidade que se passa em 2054. Steven Spielberg contou com a ajuda de conselheiros para a área da tecnologia, entre eles engenheiros do MIT. O detective John Anderton pensava que o sistema era perfeito até que o sistema se virou contra ele. Baseado num conto do famoso escritor de ficção científica Philip K. Dick, “Relatório Minoritário” tem a sua ação passada em Washington D.C., numa época em que os crimes foram completamente eliminados. Tom Cruise é o detetive John Anderton, responsável pela unidade de Pré-Crime – onde, através de uma tecnologia psíquica, é possível prender os assassinos antes deles cometerem os crimes. Contudo, Anderton vai ver-se envolvido em sarilhos após ser acusado de assassinar um homem que ainda não conheceu.

O homem bicentenário

Este filme baseia-se na obra do autor de ficção científica Isaac Asimov e centra-se nos conflitos de uma máquina com consciência. O enredo começa quanto o robot Andrew, interpretado por Robin Williams, desenvolve sentimentos pela família que o comprou. É um filme muito interessante para os apaixonados pela tecnologia pois questiona e faz-nos pensar se um produto da tecnologia não pode ser considerado vivo e se não merece ser tratado como uma ser com sentimentos e emoções reais.

Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Este filme tem traços de drama, ficção científica e romance. Retrata a relação de Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet). Quando a relação deles termina, decidem usar um procedimento tecnológico que lhes apaga as memórias do cérebro e assim evitam o sofrimento do final do relacionamento. Este filme vale a pena ver pois mostra-nos como as relações humanas atualmente são afetadas pela evolução da tecnologia.

O Quinto Poder (2013)

Este filme conta-nos a história de Julian Assange, um hacker que criou o Wikileaks (papel interpretado por Benedict Cumberbatch). Julian Assange é uma pessoa obsessiva e com uma personalidade implacável no que diz respeito à libertação das informações sigilosas por parte do site Wikileaks. Apesar de ser um filme interessante que mistura a ética com a tecnologia, o filme não conseguiu ter muito sucesso. Ainda assim, consideramos que é um dos melhores na sua área!

Millennium

Esta trilogia mostra-nos muito mais do que hackers e ataques informáticos, abordando também temas como o abuso. Lisbeth Salander (interpretada por Rooney Mara) é uma hacker que consegue facilmente invadir sistemas informáticos e roubar senhas. Devido a uma infância conturbada, é uma pessoa demasiado introvertida e insegura, embora seja um génio no que diz respeito a informática. Graças ao seu talento, consegue ajudar um jornalista a resolver um caso de desaparecimento ocorrido nos anos 60.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *