Dicas de segurança

Os casos mais impressionantes de roubo de dados

Os casos mais impressionantes de roubo de dados

Vivemos conectados e as vantagens associadas a um mundo em que tudo está acessível a todos são imensas. No entanto, existem muitas ameaças no mundo da Internet e a proteção dos dados é uma das preocupações das empresas que lidam com dados confidenciais de clientes e fornecedores. Assim sendo, é fundamental que se criem formas de proteção da informação, para garantir que nenhuma informação valiosa é exposta. Infelizmente, nem sempre as empresas conseguem proteger os seus dados e existem casos de roubo de dados que ficam eternizados. No artigo de hoje, apresentamos os casos mais impressionantes de roubo de dados!

Ataque no Yahoo

Um dos ataques mais importantes de sempre atingiu o Yahoo em 2013 e atingiu as contas dos seus mais de 3 biliões de utilizadores. Suspeitou-se do roubo de dados confidenciais, como números bancários e informações de contacto. Apesar de a empresa ter conseguido resolver o caso, nunca mais se viu livre desta “mancha negra” na sua história e este episódio condicionou a venda da empresa por parte da Verizon, tendo sido oferecido um valor mais baixo do que aquele que a empresa valia.

Roubo de dados na Uber

A Uber já faz parte da vida de todos nós e nem sempre nos lembramos de que esta empresa sabe muito a nosso respeito: onde moramos, quais os nossos contactos e dados bancários. A Uber revelou que em 2016 foram roubados dados de 57 milhões de utilizadores. Esta informação foi dada a conhecer quase um ano após acontecer e a Uber foi severamente criticada por esconder esta informação aos seus utilizadores. Consta-se que a empresa teve que pagar 100 mil dólares aos hackers que roubaram a informação para que a destruíssem.

Milhares de dados da Sony roubados

Em abril de 2011 a Sony sofreu um dos maiores ataques da história, obrigando-a a retirar a PlayStation Network do ar durante três semanas, o que levou a muitas reclamações dos utilizadores. As informações de 77 milhões de usuários foram comprometidas, e estes dados incluíam login, nomes, endereços, telefones e contactos de e-mails. Mais tarde, a empresa descobriu que a Sony Online Entertainment (SOE) também tinha sofrido um ataque, permitindo acesso livre a dados de mais 25 milhões de contas de utilizadores.

Até a Google é atacada

Em dezembro de 2009, a Google informou que foi vítima de um ataque virtual com origem na China. Na verdade, não foi a única empresa a ter sua segurança comprometida. Na mesma época, empresas como a Adobe, Symantec e outras organizações passaram por problemas semelhantes. Foram roubadas propriedades intelectuais da Google e algumas contas de utilizadores foram acessadas pelos criminosos.

Evernote: dados privados ao alcance de todos

Endereços de e-mail e senhas criptografaras de utilizadores do Evernote foram expostas em fevereiro de 2013. Felizmente, nenhum dado financeiro foi comprometido, mas ainda assim, a Evernote exigiu novas senhas a mais de 50 milhões de utilizadores por precaução.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *