Dicas de segurança

Como conseguir a continuidade do negócio num cenário de desastre?

Como conseguir a continuidade do negócio num cenário de desastre?

Quando um desastre acontece, é difícil continuar com as operações normais da empresa. As equipas ficam stressadas e o nível de tensão na organização aumenta exponencialmente. Numa era em que os dados são tão valorizados nas empresas, existe uma grande consciência sobre a necessidade de proteger a informação mesmo em cenários mais extremos. No artigo de hoje, vamos perceber como pode conseguir a continuidade do negócio num cenário de desastre!

Antes demais, seja proativo

É importante ter uma ação proativa no que diz respeito a desastres informáticos, pois se não tiver um plano de ação, vai ser praticamente impossível garantir que a empresa volte rapidamente ao seu estado normal. Implemente medidas de prevenção, para evitar que aconteçam problemas que coloquem em risco a segurança da sua empresa. Utilizar antivírus e fazer backup com frequência na Cloud são dois exemplos de medidas preventivas que farão toda a diferença em caso de ataque informático. E, acima de tudo, utilize uma solução como o RAAS. O RAAS é um serviço de disaster recovery totalmente gerido por equipa especializada e dá-he a possibilidade de recuperar um servidor virtual em segundos. Fale connosco e saiba mais sobre esta solução!

Tenha uma equipa responsável em caso de ataque informático

Quando o desastre acontece, é preciso saber o papel que cada pessoa vai desempenhar. Num momento de stress, o gestor de TI não deve perder tempo a delegar tarefas e a atribuir funções: essas funções devem estar atribuídas previamente. É fundamental formar a equipa sobre os métodos a adotar em caso de desastre informático e cada colaborador deve saber que papel vai desempenhar no momento em que o desastre acontece.

Avalie o estado da sua infraestrutura

É obrigatório realizar uma avaliação completa e detalhada de toda a infraestrutura de TI da empresa, o que inclui hardware, dados, diversos softwares, entre outros componentes. A partir dessa análise, vai conseguir compreender as reais condições da empresa e vai perceber que elementos a organização tem à sua disposição e quais são realmente utilizados e quais não podem falhar para que a empresa continue a funcionar em pleno. E após ter uma avaliação completa, será mais fácil agir de acordo com as reais necessidades da empresa.

Defina quais os dados prioritários no processo de recuperação

É preciso definir quais os dados prioritários, ou seja, aqueles que é preciso recuperar em primeiro lugar e, por norma, fazem parte deste conjunto os dados e aplicações, workloads, máquinas virtuais, aplicações, entre outras informações importantes para a operacionalidade do negócio. Este é um ponto muito importante visto que se falhar algum elemento, o negócio pode ficar verdadeiramente comprometido.

 

Faça download do nosso e-book sobre segurança da informação e comece agora mesmo a proteger os seus dados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *